Últimas Notícias




Mulher acusada de matar afogado jovem em Laranjal é condenada a 16 anos de prisão

JORNALISMO | 23/09/2020 10:07 COMENTAR 3
Voltar
Mulher acusada de matar afogado jovem em Laranjal é condenada a 16 anos de prisão
A decisão foi lida pela juíza Michele Camarinha após o júri decidir a condenação por 4 votos a 3



O rapaz que estava preso de forma preventiva foi absolvido


Felipe Reis Ligeiro tinha 19 anos e foi encontrado boiando às margens do rio Pomba por um pescador


Terminou no final da noite desta terça-feira (22) o julgamento do casal acusado de matar Felipe Reis Ligeiro de 19 anos, morador da cidade de Laranjal.

Por 4 votos a 3, a mulher de 40 anos foi condenada a 16 anos de prisão em regime fechado. Outro rapaz que estava preso de forma preventiva, também foi julgado e absolvido.

O julgamento foi conduzido pela juíza presidente do Tribunal do Júri, Michele Camarinha, que constatou ser motivo torpe o assassinato, após analisar o inquérito e ouvir as testemunhas de defesa e acusação. O que significa que o crime é moralmente reprovável e desprezível perante a sociedade.

De acordo com dados obtidos nas investigações, a motivação do crime ocorreu após a vítima furtar uma quantidade de droga da acusada e revender para outro comprador.

O crime aconteceu em julho de 2018. Segundo informações apuradas na época, o corpo da vítima foi encontrado por um pescador, boiando as margens do Rio Pomba.  A Perícia Criminal constatou que não havia sinais de violência no corpo o que aumenta a hipótese de que a vítima pode ter sido jogada ainda viva no rio.

O advogado de defesa, Karlo Ernandez Corrêa de Carvalho disse que irá recorrer da decisão do júri.

 

Fonte : Rádio Muriaé




Nome: Maria do Carmo Reis
Postado no dia 23/09/2020 - 19:21
Cidade: Laranjal MG -MG

Absurdo matar uma pessoa sair ileso..sera ke esse júri tem filhos aki chora uma mãe por ver uma injustiça
Nome: Luiza
Postado no dia 23/09/2020 - 16:02
Cidade: Muriaé-MG

Será que vai ficar os 16 anos presa mesmo? Precisa mesmo CADEIA por muitos anos pra ver e saber que vida não tem preço.Vida quem tira e Deus
Nome: Laranjal
Postado no dia 25/09/2020 - 13:50
Cidade: Laranjal-Mg

É um absurdo, um crime de tamanha crueldade acabar assim, se está mulher recebeu ajuda de outros para cometer o crime os outros também tinham que ser condenados E essa mulher ter sido condenada a 16 anos de cadeia por um crime com tantos requintes de crueldade contra um jovem de 19 anos é uma vergonha.